Artigos

Até que ponto Hipnose e PNL têm um lado negro? Será que todos os praticantes são justos? E se não forem, quem podemos recorrer para a nossa protecção? E a pergunta mais assustadora de todas: será que nós estamos sempre no comando de todas as decisões que tomamos??

Se você for um(a) leitor(a) deste blog (o que espero que seja!!), ou se já fez leituras sobre Hipnose e PNL, deve ter chegado uma altura em que começou a perceber que a linguagem especifica usada tem como base a sugestão. A razão pela qual eu coloco a técnica de Hipnose e as estratégias de PNL no mesmo conjunto deve-se a Milton Erickson. De novo, se já leu algo sobre PNL, sabe que Richard Bandler e John Grinder modelaram Milton Erickson, considerado o pai da Hipnose Moderna. O resultado desse processo de modelagem originou o Modelo Milton, o conjunto de padrões linguisticos hipnóticos muito usados por Erickson e nas Abordagens Ericksonianas

Embora todos os modelos psicoterapêuticos usem a sugestão, como forma de abrir hipóteses e possibilidades de novos caminhos para o cliente, a forma como é feito não é tão eficaz ou profunda, do que usado Hipnose. Hipnose é uma forma de comunicação elegante, onde comunicamos com as partes conscientes e inconscientes do cliente, em simultâneo. A subtileza e elegância da linguagem hipnótica é a pessoa não perceber que a sua parte inconsciente está, também, a ser trabalhada. No que respeita a PNL, o Modelo Milton possibilita a utiliza de algumas estratégias próprias que, apesar de não serem tão "profundas" como Hipnose, permitem que a pessoa aceda a um estado modificado de consciência.

Neste ponto, julgo ser importante clarificar os conceitos de sugestão, influência manipulação.

Sugestionar alguém, ou apresentar uma sugestão, é o acto de estimular novos pensamentos e alternativas, face ao momento actual do sujeito. 

Influenciar alguém é exercer a nossa acção, pensamento ou emoção no outro, de modo a que a pessoa siga a nossa proposta.

Manipular alguém é levar a pessoa a fazer o que nós queremos, sem que haja outra alternativa.

Agora aqui fica a realidade obscura destes conceitos: eles são todos feitos da mesma maneira!

Infelizmente, é a verdade! O que isto quer dizer é que as mesmas técnicas podem ser usadas para todos estes fins. O que afinal separa? O que impede que uma seja usada e não outra? Ética e Deontologia.

Quando nós sugerimos ou influenciamos alguém, fazem-lo no melhor interesse da pessoa, de acordo com os seus objectivos e sempre preservando a sua segurança física e psicológica. Quando a pessoa é manipulada, são apenas tidos em conta os objectivos e a vontade do manipulador. Se a pessoa se ferir no processo, fisicamente ou psicologicamente, a única parte que vai interessar ao manipulador é se conseguiu aquilo que desejava. 

A distinção entre o Bem e o Mal é algo que nos é trazido pelos valores morais e éticos, passados através das gerações, pela cultura, Filosofia e os nossos pais. É conseguirmos fazer esta distinção e agir em função dela que nos permite preservarmos o bem-estar do Outro.

A aplicação laboral destes princípios denomina-se Deontologia. Daí resulta um código de regulação e actuação do profissional, na sua atividade. Todas as Ordens Profissionais são obrigadas, por Lei, a ter e divulgar o seu Código Deontológico. Algumas associações também já seguiram esses passos. 

Embora este Código não impeça casos danosos, responsabiliza profissionais perante os pares e Conselhos Jurisdicionais criados para analisarem e julgarem estes processos. Psicólogos e Psiquiatras estão abrangidos por estes Códigos. Como a actuação de Psicoterapeutas é, maioritariamente, composta por estas duas profissões, também a Psicoterapia está contemplada.

Todavia, inúmeros cursos de Hipnose e PNL são dados ao público geral. Hipnoterapia e PNL não são profissões regulamentadas, o que faz com que nenhuma entidade as regule e supervisione. Em última análise, se você for uma vitima, poderá apresentar uma queixa judicial e/ou criminal. 

Este ponto é importante, especialmente quando pensamos na publicidade, vendas e marketing. Se quiser ter um maior sucesso nesta área, ter uma formação em PNL ou Hipnose irá ajudá-lo a perceber de que forma a linguagem hipnótica pode ser útil, na tomada de decisão da pessoa.

Quando você está a ler uma oferta, a ver um video, a assistir a uma palestra, os seus canais sensoriais estão a ser bombardeados com sugestões directas e indirectas, projectadas para influenciar a sua parte mais inconsciente a tomar uma decisão. Tendendo para o lado do profissional, claro!

Ao tomar a decisão, se vir que é algo que o(a) pode beneficiar, se a sua integridade está protegida, se foi a melhor escolha, então eu diria que nada de mal ocorreu. Foi apenas sugestionado ou influenciado para a escolha, sendo que poderia sempre não a realizar. 

Por outro lado, se isso o prejudicou e o "vendedor" foi o único que ganhou (à sua custa!), então você foi manipulado!! 

Tome cuidado com a manipulação, pois ela pode acabar consigo e com os seus! Protejam-se, consultando profissionais credíveis e com uma postura ética irrepreensível!

 

 


ASSINE NOSSO EBOOK!
É GRATUITO

Os seus dados serão utilizados unicamente para receber novidades nossas. Não serão divulgados.